Home / Destaque / Desafio: em ônibus lotado, Chiquinho ouve reclamação de passageiros

Desafio: em ônibus lotado, Chiquinho ouve reclamação de passageiros

O desafio do Jornal Midiamax é o com o vereador Chiquinho Telles (PSD) nesta sexta-feira (dia 12). O trajeto desta vez é mais longo: sair do Bairro Moreninhas III, onde mora, em direção à Vila Conceição dos Bugres, no gabinete comunitário – as duas regiões ficam em lados opostos da cidade.

Os primeiros trajetos já foram feitos e as gravações podem ser visualizadas na página do Jornal no Facebook. A equipe de reportagem e o parlamentar saíram por volta das 6h30 em direção ao Terminal das Moreninhas para pegar o primeiro ônibus em direção ao centro.

A primeira linha foi 060 e o segundo trajeto foi pelo 223 – eles ainda permanecem no caminho e a previsão de chegada é 8h20. Chegando no bairro, eles ainda vão percorrer 600 metros a pé. A agenda do parlamentar é no Residencial Mooca, onde moradores vão justamente reclamar sobre falta de linhas de ônibus.

Chiquinho dentro do ônibus.

Diferente do primeiro dia do desafio, hoje, os veículos de transporte coletivo estão bem mais cheios. Além dos bancos ocupados, muita gente em pé, literalmente se equilibrando para chegar no destino. Mesmo sendo local proibido, os degraus na frente das portas de saída estavam ocupados também.

A população aproveitou para registrar reclamações e relatos sobre o dia a dia de quem usa diariamente ônibus. Duas mulheres conseguiram sentar nos bancos porque também chegaram mais cedo no ponto, para subir no veículo assim que ele deixa a garagem rumo ao terminal.

Para isso, a rotina começa às 6h20 e elas só chegam no trabalho por volta das 7h40. “A volta é mais complicada”, relata uma das mulheres. Ao lado do parlamentar, ambas afirmam que o cansaço, sacolas de compras que eventualmente são feitas e lotação, são responsáveis por tornar a volta ainda mais cansativa.

Chiquinho afirma que reconhece as deficiências do transporte, inclusive falando para o Consórcio Guaicurus se modernizar para acompanhar as tecnologias, como o transporte por aplicativos. Contudo, diz que o ideal seria geração de empregos para população do Moreninhas, já que é o bairro mais distante do centro e possui, segundo o parlamentar, 70 mil moradores.

 

 

 

 

Fonte:Midia Max

Veja Também

Depois de 36 dias sem registros, duas pessoas morrem por dengue em MS

(Foto: Paulo Francis/Arquivo) Depois de 36 dias sem registros de óbitos por dengue, o número ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *