Home / Destaque / Em Angélica, polícia identifica e apreende suspeitos de furto em loja

Em Angélica, polícia identifica e apreende suspeitos de furto em loja

Foto: PC-MS/Divulgação

Em ação conjunta da Polícia Civil e Militar de Angélica, culminou com a apreensão de dois adolescentes de 15 e 16 anos e prisão de dois jovens de 20 anos, suspeitos de furto a uma loja de eletrodomésticos no centro daquela cidade. Detenções ocorreram na manhã desta segunda-feira (4).

Após o fato ser comunicado na Delegacia de Polícia Civil, sobre o furto ocorrido durante a madrugada numa loja de eletrodoméstico, com arrombamento e subtração de vários objetos, tais como, motosserra, celulares, DVDs, relógios, dinheiro entre outros, os policiais iniciaram diligências para apurar a autoria do crime.

Durante as investigações, os policiais foram até um local conhecido como “boca de fumo” e localizou um adolescente de 16 anos, com um relógio novo – modelo feminino – no pulso, onde não soube dizer a procedência. No caminho para a Delegacia de Polícia, ele acabou confessando que havia furtado da loja com outras três pessoas.

Ainda em diligências, os policiais conseguiram localizar Marcelo Henrique Pereira Nassaro de 20 anos, com porção de maconha e um aparelho de DVD, o qual acabou por confessar que participou do crime e apontando Bruno da Silva Santos de 20 anos, vulgo “Bruno Pajé”, e sua esposa, de 15 anos, como partícipes do furto.

Marcelo disse à polícia que ficou do lado de fora, juntamente com a esposa de Bruno Pajé, dando apoio a ação delituosa, que era realizada pelo Bruno e o adolescente de 16 anos.

Na residência de Bruno, os policiais foram recebidos pela esposa dele, que autorizou a entrada e em vistorias pelo local, encontraram diversos objetos do furto, inclusive escondidos no forro da casa. No micro-ondas foi localizado uma sacola com moedas subtraída da loja, que totalizou R$ 201,35.

Como Bruno não estava na residência, os policiais apreenderam os objetos, bem como a adolescente e pouco tempo depois, localizaram o suspeito na residência de sua mãe.

Aos policiais ele disse que o furto ocorreu em duas etapas, uma na madrugada do dia 3, por volta das 3h, quando abriram um buraco na parede e na madrugada desta segunda-feira (4), praticaram o furto. Contou ainda que o “HD” com as imagens do circuito de segurança, foi jogado em um açude na região de sua casa.

O quarteto foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil, onde Bruno e Marcelo foram

Fonte:Da hora bataguassu

Veja Também

Preso que escapou durante rebelião é encontrado morto no matagal

Foi encontrado morto em meio a um matagal, na cidade de Navirai – a 359 ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *