Home / Destaque / Mãe e filho são presos por arrombar banco em MS e polícia recupera R$ 31 mil

Mãe e filho são presos por arrombar banco em MS e polícia recupera R$ 31 mil

Três pessoas foram presas e um adolescente apreendido pelo furto à agência do banco Sicredi em Sonora, cidade a 356 quilômetros de Campo Grande, ocorrido na madrugada do último dia 6 de maio.

Os autores escalaram o muro da agência, entraram pelo telhado, desligaram câmeras de segurança e arrombaram o cofre de onde levaram certa quantia em dinheiro que não foi divulgada. Durante as prisões, a polícia apreendeu R$ 31,138 mil.

Após o furto, os autores abandonaram peças de ferramentas e uma manta contra sensor de movimento. De acordo com a polícia, foi possível verificar, através de câmeras de segurança, os ladrões deixando a agência pelo teto, carregando malotes, por volta das 5h50.

A Polícia Civil então iniciou um trabalho de levantamento e cruzamento de informações, e constatou a utilização de um veículo Fiat Uno Mille Way, com placas de Cuiabá (MT). O veículo, de acordo com a polícia, foi utilizado para dar cobertura ao furto, como também para dar fuga aos autores.

Foi então feito um trabalho conjunto entre a delegacia de Sonora, Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Banco e Resgate a Assaltos e Sequestros), GCCO (Gerência de Combate ao Crime Organizado da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso) e Polícia Federal.

Nesta quinta-feira (10), por volta das 22h, em Cuiabá (MT), o Garras prendeu Ronaldo Sousa da Silva, que segundo a polícia, era o condutor do Fiat Uno. Com Ronaldo, foi apreendido R$ 2.680, 62 munições calibre 9mm, uma munição calibre 38 e 30 munições calibre .40. Ele foi preso em flagrante por associação criminosa e porte ilegal de munições de uso restrito.

Já em Sonora, policiais civis também prenderam Nalva Fonte de Lima, 35, e apreendeu seu filho de 15 anos. Ainda segundo a polícia, mãe e filho deram apoio a seis homens que vieram de Cuiabá e ficaram em sua casa.

Nalva, em sua moto Honda Biz, recepcionou os autores do último dia 03, na entrada da cidade. Já em relação ao seu filho, houve indícios do envolvimento dele que postou uma selfie em rede social vestindo uma camiseta idêntica à camiseta abandonada no interior da agência.

Com Nalva e o jovem foram apreendidos ferramentas utilizadas no furto, munições calibre 38, uma espingarda adaptada e R$ 28.458,00 em dinheiro. Nalva e o adolescente confessaram participação no crime, e disseram que abrigaram os comparsas entre os dias 03 e receberam certa quantia do dinheiro furtado.

Na noite desta sexta-feira (11), outro integrante que ainda não teve o nome divulgado, foi preso pelo Garras. Ainda de acordo com a polícia, Cleverson França dos Santos, vulgo “Huck”, encontra-se foragido.

Veja Também

Auto Escola ‘doa’ Carteira de Condutor (de bicicleta)

Sendo o mês de maio, um mês dedicado ao Trânsito, a AUTO ESCOLA MARTINS, cujo ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *