Home / Destaque / ‘Retrato do momento’, diz Reinaldo sobre novos números da DATAmax

‘Retrato do momento’, diz Reinaldo sobre novos números da DATAmax

Foto: Marcos Ermínio

Candidato à reeleição, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB)  analisou seu desempenho na pesquisa DATAmax, divulgada nesta quarta-feira (17). Conforme o levantamento feito entre 14 e 16 de outubro, Reinaldo tem 52,8% e Odilon de Oliveira (PDT) aparece com 47,2%.

Primeiro colocado na pesquisa, o candidato Reinaldo afirmou que as pesquisas são “retrato do momento e têm mostrado a aprovação do governo, mesmo tendo enfrentado a maior crise da história”.

Pesquisa

O levantamento tem margem de erro de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. Assim, considerando a oscilação da margem, Reinaldo varia entre 55,8% e 49,8% dos votos válidos, enquanto Odilon pode ter entre 50,2% e 44,2%.

Para calcular as intenções de votos válidos, são desconsiderados da amostra os votos em branco, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para calcular o resultado oficial da eleição.

Com 1.036 entrevistas realizadas em 32 municípios de Mato Grosso do Sul, o levantamento atinge índice de confiança de 95%, além da margem de erro de 3 pontos percentuais para mais ou menos.

Os dados foram obtidos por meio da aplicação de questionário estruturado em entrevistas pessoais, junto a uma amostra representativa do conjunto do eleitorado sul-mato-grossense, estratificado em cotas de sexo, idade e escolaridade, determinadas pelos dados do Censo 2010, PNAD 2015, TSE 2018 e ABEP 2015/2016.

Os números de registro no TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) e TSE (Tribunal Superior Eleitoral) são MS-03656/2018, para Governo do Estado, e BR-01950/2018, para Presidente da República, em cumprimento ao que dispõe o art. 33º e seus §§ 1º e 2º da Lei nº 9.504/97, assim como o art. 8º da Resolução TSE nº 23.549/2017.

Veja Também

Bandidos quebram parede de banco, mas fogem sem levar nada

Uma agência bancária da cidade de Angélica – a 323 quilômetros de Campo Grande, foi ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *