Home / Destaque / Russos discutem processo de compra da UFN 3 com o governo do Estado

Russos discutem processo de compra da UFN 3 com o governo do Estado

A diretoria do grupo russo Acron Group se reuniu nesta quinta-feira (25), em Campo Grande, com o secretário estaduais Jaime Verruck (Desenvolvimento Econômico) e Eduardo Riedel (Governo), para discutir sobre o andamento do processo de compra da Unidade de Fertilizantes Nitrogenados (UFN 3), da Petrobras, em construção em Três Lagoas.

As obras da fábrica estão com 82% do cronograma executado e foram paralisadas em dezembro de 2014. Em setembro do ano passado, a Petrobras colocou a fábrica à venda.

Seis grupos empresariais estariam interessados na compra da fábrica, que já recebeu investimentos de R$ 3 bilhões.

Um dos grupos interessados é o da Rússia, forte candidato para comprar a fábrica, segundo fonte ouvida pelo JPNews. O grupo – um dos 10 maiores produtores de fertilizantes do mundo – procurou o governo do Estado para obter mais informações sobre o negócio.

O fornecimento de gás natural para a unidade e incentivos fiscais concedidos à Petrobras também foram assuntos discutidos entre os executivos e os secretários.

Na quarta-feira (24), conforme divulgado com exclusividade pelo JPNews, os russos se reuniram com o prefeito Ângelo Guerreiro (PSDB) para falar sobre a UFN 3 e incentivos municipais.

Os executivos também conheceram as instalações da UFN 3.

EMPRESA

O Acron Group possui negócios em quatro países, além da Rússia, e capacidade instalada de produção de 6 milhões de toneladas de fertilizantes por ano, além de atuar em mineração e transportes.

Em 2017, a empresa aumentou a produção de fertilizantes em 16% com a inauguração de uma expansão, com a presença do presidente russo Vladmir Putin.  A sede fica na capital Moscou.

por:jpnews.

Veja Também

Nervosismo entrega, e jovem é flagrado com cigarros e agrotóxicos contrabandeados

Rapaz de 28 anos foi preso na noite desta segunda-feira (10) no Bairro Tarumã, em ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *